Como criar um blog pessoal #1

C

Se você já SABE Da importância de ter um blog PESSOAL E está planejando criar o seu mas não faz idéia de como começar, aqui vai um tutorial de como este blog foi construído, qual plataforma, quais ferramentas foram usadas, e qual o custo para manter isso tudo ativo. Como artigo inaugural nada melhor que contar como foi feita essa construção e como eu cheguei ao resultado que você está vendo agora sem saber nada de programação.

Como criar um blog pessoal

Fazia muito tempo que eu queria voltar a ter um blog pessal. Minha primeira experiência com blogs foi em 2009 quando criei o Euqueroisso, um blog que tratava exclusivamente de tecnologia móvel na época que o BlackBerry e os modens 3G eram as novidades do setor. Como eu trabalhava na área conseguia publicar quase que diariamente muitas soluções para os problemas que estes dispositivos tinham e com isso meu blog recebia muitos acessos. Em 2012 troquei de trabalho e de ramo, então meu blog caiu no meu esquecimento e nunca mais publiquei nada.  Hoje, ainda no ar ele movimenta um pequeno tráfego diário oriundo de um SEO bem feito e estando atualmente com quase 1 milhão de acessos.

Um dos motivos do sucesso deste blog na época e o principal ensinamento que ele me deixou foi:

Publique soluções para os problemas reais das pessoas que elas vão dar um jeito te encontrar. O Google está aí pra isso, faça seu trabalho e ele fará o dele.

Em 2016 eu voltei ao mundo digital, aprendi a construir sites e blogs melhores utilizando o WordPress.org e decidi criar um novo canal, porém com um apelo voltado ao marketing digital e ferramentas online, que é o assunto que domina meu dia a dia atualmente.

Decidi então dedicar meu tempo a criar um blog pessoal de primeira linha aplicando todo o conhecimento que eu tinha até o momento aliado a experiência passada em escrever para um blog.

Se você conhece o WordPress sabe que é uma plataforma de infinitas possibilidades se você tiver um pouco de paciência e curiosidade para encontrar os melhores plugins para turbinar seu site e deixar ele com a sua cara e exercendo funções que você precisa. Então, depois de muito trabalho e pesquisa decidi que no primeiro artigo a ser publicado, eu irei contar detalhadamente como eu construí esse blog, da hospedagem aos plugins para que você possa criar o seu e tirar as mesmas dúvidas que eu já tive um dia.

Então, se você está querendo montar um blog PESSOAL de primeira LINHA, com todos os requisitos necessário para um bom desempenho e relevância nos buscadores, e ainda gastando quase nada sugiro que leia este artigo até o fim. Vamos começar?

Domínio

GODADDY – Eu já estava cansado do tradicional .com.br e queria algo diferente. Hoje em dia existem diversas novas extensões de domínio que dão um toque diferenciado ao seu blog impressionando seus visitantes antes mesmo de abrir a página inicial.

A GoDaddy possui domínios com extensões muito legais e com preços iniciais mais baixos que o registro.br. O que não deixa de ser uma pequena enganação, pois na aquisição você paga R$ 6,99 mas na renovação paga quase R$ 100,00. No fim dá quase a mesma coisa, mas você tem um domínio diferente da maioria, além de ser mais fácil encontrar o domínio que você quer disponível.

Se você quiser manter o conservadorismo e comprar um domínio .com.br faça isso pelo registro.br.

Hospedagem

CONFIGR – A hospedagem do seu blog é o terreno onde você vai construir sua casa. Sua estrutura base precisa ser confiável e de fácil gerenciamento. A Configr é uma empresa brasileira que utiliza servidores em nuvem para armazenar seus sites e outras aplicações. Além disso cada servidor conta com um IP dedicado fornecendo desempenho e estabilidade para o seu site.

O gerenciamento de sites, emails e domínios por meio da Configr é muito fácil, principalmente para quem utiliza o WordPress, a instalação é instantânea e em poucos cliques seu site já estará no ar. Se você já tem um blog em outra hospedagem é muito fácil migrar ele assim como seus emails para a Configr, a migração é feita por bots que executam perfeitamente essa tarefa sem maiores problemas.

Além disso a Configr possui uma integração com a Let’s Encrypt, empresa fornecedora de certificados SSL grátis. Com apenas 3 cliques você consegue ativar o HTTPS no seu blog sem custo algum, o que além de trazer segurança ao seu blog e aos seus visitantes ainda ajuda no rankeamento de SEO, pois esse já é considerado um diferencial pelo Google.

O suporte da Configr funciona via chat pelo site, o que é excelente para quem precisa de respostas rápidas para alguns problemas ou dúvidas que venha a ter. Para problemas maiores é possível abrir um ticket e ter retorno rapidamente também, as vezes até no mesmo dia.

A Configr oferece planos a partir de R$ 59,00 mês para quem deseja ter apenas um site, um plano para sites ilimitados por R$ 79,00.

Se você não tem essa grana recomendo uma hospedagem tradicional na Hostgator que você consegue hospedar um site por R$ 9,90 mês. Claro que não é  a mesma coisa, porém é melhor que deixar seu projeto parado por falta de grana.

A Hostgator possui um suporte via chat muito bom e prestativo ( sinceramente nunca vi atendendentes tão pró-ativos ), e também é muito fácil instalar o WordPress com poucos cliques.

Plataforma

WORDPRESS – Depois de escolhida sua hospedagem está na hora de começar a construir seu blog. O WordPress é uma ferramenta de código aberto ( sem custo ) que nasceu para a criação e gerenciamento de blogs, mas atualmente é possível montar qualquer estrutura nele, como um site robusto pro seu negócio, uma área de membros, ou o que mais você esteja precisando.

A facilidade de uso unida a infinidade de possibilidades é o que diferencia o WordPress de outras plataformas. Não quero enganar ninguém dizendo que é tão fácil quanto o WIX por exemplo, não é. Você vai precisar de um template bom, tempo, pesquisa e muita paciência para chegar no resultado esperado. Afinal, por ser uma plataforma free não oferece suporte.

Se você optou por hospedar seu site na Configr como eu, este manual pode te ajudar com a instalação inicial do WordPress.

Se você optou pela Hostgator siga este manual para te ajudar com a instalação inicial do seu WordPress.

Em breve quero publicar um tutorial para as configurações básicas do wordpress, com tudo que você precisa fazer antes de instalar seu tema e trabalhar no design do seu site/blog.

Template

TIPOLOGY– Um dos grandes benefícios do WordPress é a infinidade de templates que você encontra para não precisar começar seu site/blog com uma página em branco. Escolhendo o template certo você não terá muitos problemas na customização e configuração do seu blog.

Um template não determina somente a aparência do seu blog, mas também as possibilidades de funções e facilidade de manuseio. Eu sempre recomendo perder algum tempo pesquisando o template certo pra você, e não economize nessa hora buscando o mais barato pois isso pode sair caro na hora de trabalhar no seu blog.

Isso não quer dizer que não existam templates bons e baratos, existem sim, até de graça como eu mostrarei abaixo, mas tudo que é barato ou grátis tem suas restrições e você precisa aprender a lidar com isso.

Este blog nasceu com um objetivo principal, um local onde eu pudesse documentar tudo que fosse importante para o meu trabalho, servindo como um canal de consulta sempre que eu precisasse rever algum conceito, estratégia ou funcionamento de alguma ferramenta.

Eu precisava escrever, e nada melhor para escrever que um caderno não acha? Então fui a procura de um template que fosse simples como um caderno, de bom gosto, de fácil configuração e o mais minimalista possível, e encontrei o Tipology.

Você pode ver que o design é totalmente clean e fornece uma experiência de leitura sensacional que evita distrações. Porém eu não executei muitas alterações para diferenciar do template original, se você quer ter liberdade para criar sugiro utilizar o template OceanWP que é grátis e utiliza o Elementor como construtor Drag-and-drop, que é sem dúvidas o melhor e mais fácil de usar do mercado, além de vir com vários templates prontos para diferentes ocasiões.

O Tipology vem com muitas opções de customização de layout, menus, tradução, fontes e muito mais. Além disso o tema já vem com vários plugins muito úteis que ajudam na customização de um blog, como botões de compartilhamento em rede sociais e vários widgets legais para barra lateral.

Meu custo com esse template foi de $ 49,00 pago apenas uma vez comprado na maior e mais confiável loja de templates para WordPress, a ThemeForest. Mas como eu disse antes, não deixe a falta de dinheiro impedir seu projeto, o OceanWP está aí de graça e eu já fiz muitos sites e blogs com ele sem gastar nada e com muita facilidade.

Em breve um Tutorial de como dar os primeiros passos na criação do seu blog pessoal usando o OceanWP.

Plugins

Os plugins são aplicativos que dão funções extras para o seu blog. Na verdade os Plugins são o que dão vida para o WordPress, e sem eles quase nada é possível se você quer ter algo bem feito e funcional.

Vale lembrar que não foi gasto nem R$ 1,00 nestes plugins. Você encontrará muitos plugins bons de graça porém alguns tem limitações, e claro, não possuem suporte algum.

Abaixo vou te mostrar quais plugins eu utilizo aqui neste blog. Porém há muito mais plugins ( milhões na verdade ) disponíveis no site do WordPress. A instalação é muito fácil, pelo próprio painel do seu wordpress é possível pesquisar, baixar e instalar os plugins com apenas alguns cliques.

É necessário ter cuidado pois alguns plugins podem entrar em conflito com outros, então sempre teste bem seu site depois de instalar um plugin para ver se ele não prejudicou o design ou o desempenho. Caso isso aconteça desative o plugin e encontre outro.

AMP FOR WP – Este Plugin  possibilita uma configuração e customização completa, fácil e rápida para você colocar seu site no padrão AMP criado pelo Google para acesso quase instantâneo via dispositivos móveis. Indispensável pro SEO.

YOAST SEO – Plugin obrigatório para quem deseja que seu site tenha um bom desempenho nas pesquisas do Google. O Yoast oferece um assistente de configuração básica muito bom, além de uma caixa de assistência que te dá dicas sobre a qualidade do seu texto enquanto escreve um artigo. Além disso, ele te permite customizar os Metadados que aparecerão junto com o seu site na página de pesquisa.

Siga este manual para saber tudo sobre o Yoast, da instalação a configuração.

ALL-IN-ONE WP MIGRATION – Plugin para backups do seu site. Principalmente para quem está começando a trabalhar com WordPress, nesta fase a gente mexe em tudo, explora para aprender e as vezes mexe onde não devia e sai tudo do ar. Se você não tem um backup é bem possível que perca seu site/blog e precise começar tudo de novo, o que é desmotivador. Portanto, baixe este plugin logo depois de terminar seu projeto e faça um backup.

BROKEN LINK CHECKER – É tão ruim quando você clica em um link e aparece aquela página de erro 404 né? Isso significa que o link que tinha ali não tem mais e o dono do site não viu isso. Fazendo seu visitante ficar chateado e provavelmente saindo na hora do site. Este Plugin, o Broken Link Checker encontra links quebrados no seu site para que você esteja sempre atento quando isso acontecer.

GOOGLE ANALYTICS DASHBOARD FOR WP – Com este plugin é muito fácil integrar seu blog ao Google Analytics para ter estatísticas de tráfego. Para usar este plugin basta acessar o site do Google Analytics, criar uma propriedade e depois acessar as configurações do plugin para fazer a autorização com a sua conta do Gmail. Ele ainda disponibiliza um Widget com vários dados de tráfego que fica localizado no seu painel do WordPress.

Dica – Para que os seus acessos não distorçam as estatísticas acesse a sessão “código de rastreamento” do plugin e em seguida clique na aba “excluir rastreamento” e selecione Administrador e mais qualquer outros perfis de colaboradores que você tenha no seu blog.

MANAGEWP WORKER – Este plugin é para quem tem vários sites WordPress e quer organizar tudo em apenas um lugar. O Plugin serve somente para a integração, o gerenciamento é feito todo via site da plataforma e nele você pode acessar e gerenciar todos os seus sites usando apenas um login mestre.

Outras vantagens é que você consegue atualizar todos os plugins e temas de todos os seus sites com apenas um clique. A ferramenta ainda permite fazer uma limpeza para otimizar o desempenho, integração com o Google Analytics, e um backup mensal automático, tudo isso na versão free.

P3 PLUGIN PERFORMANCE PROFILER – Este plugin desenvolvido pela GoDaddy escaneia e mostra em gráficos quais plugins estão prejudicando mais o desempenho do seu blog.

TINY MCE ADVANCED – Este plugin insere funções extras ao editor de texto do WordPress. Muito útil pois ajuda na hora de customizar seu texto enquanto escreve sem precisar mexer nas configurações padrão do tema. Você pode alterar o tamanho das fontes, cores, inserir planilhas no texto e até utilizar a formatação de texto em Justificado que não é nativa do WordPress.

WP-OPTIMIZE – Este plugin serve para fazer aquela faxina. Principalmente depois que você terminou a construção do seu site e está pronto pra ser lançado, ative este plugin, marque todas as opções de um “Run”.

Obs: Eu não citei nem vou citar nenhum plugin de cache neste artigo, o funcionamento destes plugins variam muito de site para site e até agora não encontrei nenhum 100% confiável que faça tudo com efetividade sem entrar em conflito com nenhum outro plugin. Sim, este blog não tem nenhum plugin de cache instalado, ainda.

WORDFENCE SECURITY – Um plugin para a segurança do seu blog, que detecta a entrada de invasores e monitora alterações em arquivos no servidor do seu blog. Além disso, com o plugin é possível checar a origem do tráfego de visitantes. Essencial mesmo para quem tem um blog simples, você nunca sabe quando um hacker pode querer entrar no seu blog e estragar tudo só por brincadeira. O Wodfence já vem rodando com as configurações básicas para sua proteção, é só ativar o plugin e pronto.

WPDEVART FACEBOOK COMMENTS – Com este plugin você substitui a caixa de comentários padrão do WordPress por uma caixa do Facebook que facilita para seus leitores fazerem comentários no seu artigo sem precisarem se cadastrar, basta apenas estarem logados no Facebook, o que quase todos sempre estão. Você ainda recebe notificações no seu facebook quando seu artigo recebe um comentário.

MAILERLITE – O MailerLite não é um plugin, é uma ferramenta completa para captura e gestão de contatos, envio e automação de emails. Com ele você consegue criar formulários pro seu blog, landing pages e popups de captura, e ainda tem uma integração fácil com várias ferramentas e também com o Zapier.

A ferramenta é super fácil de usar ( apesar de ser toda em inglês ) e possui um plano grátis para até 1000 contatos. É concorrente direto do Mailchimp, a plataforma de email mais usada no mundo. Eu já testei muitas, e pra mim nenhuma superou o MailerLite na facilidade de uso e na gama imensa de recursos.

O plugin do MailerLite para WordPress serve somente para integrar os formulários ao seu site, a administração é feito todas na plataforma deles totalmente online.

SMARTLOOK – Outra ferramenta que o plugin é só o começo da história. O Smartlook é uma plataforma para analisar o comportamento dos visitantes do seu blog através de gravações de tela e mapas de calor que mostram a você onde as pessoas mais clicam, e até onde elas rolam as páginas para que você saiba se estão indo ou não até o fim. Esse tipo de ferramenta ajuda muito a ter insights sobre modificações que podem ajudar seu blog a ter uma melhor experiência pro visitante. O Smartlook tem um plano Free muito bom, vale a pena usar.

Para instalar o Smartlook, acesse o site deles e faça seu cadastro. Depois baixe o plugin pelo próprio WordPress e pronto, ele já vai começar a gravar tudo instantaneamente e dentro de um dia ou mais ( depende do seu tráfego ) você já poderá ver o comportamento dos seus visitantes.

Como eu disse antes, existem milhões de plugins para usar no seu blog pessoal, e estes são os plugins que considerei básicos para que meu blog pudesse oferecer a meus leitores uma boa experiência. Tome cuidado com o excesso de plugins, afinal cada instalação vai consumir um pouco mais do seu servidor e consequentemente na velocidade do seu site/blog.

Se você quiser testar o desempenho do seu site/blog sugiro utiltizar o Google Pagespeed Insights.

O primeiro artigo do meu playbook está chegando ao fim e espero ter trazido algo de relevante pra você nesta leitura. Se você está pensando em criar seu primeiro blog pessoal e não tinha idéia de como começar acho que pode ter um norte agora. Com dinheiro ou sem dinheiro não existe desculpa para não fazer, afinal, eu mostrei como fazer nas duas situações.

No próximo artigo eu mostrarei alguns plugins que vão dar uma turbinada no seu blog! Ou, se você quiser ir mais adiante leia como começar a fazer seu próprio marketing digital.

Se você ficou com alguma dúvida, ou quer compartilhar comigo alguma sugestão de plugin ou ferramenta que você utiliza por favor não deixe de comentar.

Sobre o Autor

Gabriel Dutra

Empreendedor, profissional de marketing digital e viciado em tecnologia.

"Meu propósito é conectar pessoas, ajudando-as a entender, expressar e compartilhar seus valores e ideais através da comunicação e da tecnologia."

Sobre mim

Empreendedor, profissional de marketing digital e viciado em tecnologia.

"Meu propósito é conectar pessoas, ajudando-as a entender, expressar e compartilhar seus valores e ideais através da comunicação e da tecnologia."

Conecte-se comigo

Artigos

Categorias